DICAS

Pandemia na Educação

By 26 de março de 2021No Comments

Que os alunos poderão ter atraso na aprendizagem por estarem com aulas remotas desde o início da pandemia é sabido, porém estudos apontam o quanto não ter as aulas remotas ou aulas de baixa qualidade influenciam ainda mais nesse atraso educacional. 

O impacto do Covid-19 não é apenas econômico, mas também educacional. Segundo uma pesquisa realizada pelo Banco Mundial, mais de 50% das crianças com 10 anos são incapazes de ler e escrever. 

Menina de 7 anos perdeu habilidades de leitura após o fechamento de escola pública – Fonte do jornal O Estado de São Paulo (Estadão de 17 de Março 2021)

Um bom exemplo é o que aconteceu com a Sofia, de 7 anos, que começou bem o ano de 2020: já nos primeiros meses juntava as letras do alfabeto e decifrava palavras simples e complexas sem dificuldade. Conseguia ler gibis, placas na rua, textos na televisão. Até que veio a pandemia e a escola estadual onde estudava, na zona norte de São Paulo, fechou. No meio do ano, Sofia começou a perder as habilidades de leitura e escrita que tinha conquistado.

Porém, nota-se que os impactos para alunos, que continuaram ou continuam tendo aulas remotas, são reduzidos, pois foi mantido o vínculo com a escola, tarefas diárias, lições de casa e também relacionamento com os colegas (ainda que virtual)

Com a pandemia, a maioria dos colégios particulares se atualizaram e iniciaram prontamente as aulas remotas, não deixando os alunos sem aulas ou conteúdo. Desta forma, sabemos que a atenção destes alunos pode não ser a mesma que no modo presencial, porém ainda assim o déficit educacional é bem reduzido comparado a um aluno de escola pública. A cada 1 mês em uma escola de baixa qualidade, ou sem escola, é como se o aluno ficasse 3 meses atrasado em conhecimento, o que, dependendo do tempo que o aluno ficar nesta situação, só poderá ser recuperado ao longo dos anos, prejudicando o futuro do aluno e diminuindo as oportunidades de emprego.

E devido a este cenário a busca por aulas de reforço escolar, principalmente particular, acompanhamento com tutores, vem aumentando, pois estes profissionais estão ajudando centenas de alunos com aulas remotas, autonomia e recuperação de conteúdo não absorvido durante este momento.

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.